sábado, 18 de fevereiro de 2017

O Mar tudo lava, o Sol seca e o Vento volta a pentear

Quase tudo na vida é uma questão de perspectiva, do momento em que nos encontramos, das pessoas que temos, ou não, a nos rodear.
Ontem, de passagem por um blogue, um belo texto transmitia tristeza e dor por morte de um familiar em que, qual efeito bola de neve, lhe fez sentir que a vida é filha da puta e a puta é filha da vida…
Efectivamente, assim o é!
Muitos de nós temos infâncias extraordinárias e despreocupadas, outros já são confrontados com essa dura realidade mais cedo, não há como fugir, a dada altura, a puta da vida bate à porta.
Não obstante, a vida é bela e merece ser vivida com um sorriso, com garra, sair para a rua e abusar do sol, sentir o vento e beijar o mar.
Quase tudo na vida é uma questão de maturidade, de estabilidade, de gestão do nosso tempo, de agarrarmos a vida pelos cornos e gritarmos bem alto: “eu quero ser feliz e vou fazer por isso”. Nem sempre é fácil… o levantar, o sair do buraco nunca será fácil… há que acreditar, há que forçar a vontade que te leva a querer ficar em casa, há que mostrar o belo do sorriso e dar luz à alma.
Gosto de dizer que o mar tudo lava, até a alma… o sol seca e o vento volta a pentear…
Bom fim-de-semana!

4 comentários:

  1. Pura sabedoria! Não creio que a vida seja algo fácil ou difícil. Ela é o que é!. Diz a sabedoria popular que Deus dá o frio conforme o cobertor. Isto é fato. O que em princípio pode nos parecer difícil não é. Simplesmente, como afirmei "o é"!. A vida tem a sua simplicidade natural. Nós é que a complicamos. A vida tem q ser vivida plena e abundantemente. Com raça, com gana. Plantamos e colhemos.

    Beijo grande e bom fim de semana querido amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com este título apenas consigo ter noção da enorme saudade que tenho de estar na praia, apanhar sol e salpicar os pés (A água por cá é muito fria...)

      Eliminar
  2. Nascer, crescer, viver e morrer, nada é eterno :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto mais depressa o assimilarmos, mais depressa tiramos partido dos dias, meses, anos que nos restam. A essência está nas pequenas coisas, nos pequenos momentos

      Eliminar